novembro 18, 2011

REINO DE DEUS É DOM E TAREFA

No próximo domingo, a Igreja comemora a solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo. É o último domingo do ano litúrgico, que nos coloca na perspectiva do futuro e da realização plena do desígnio criador de Deus e de suas promessas. Para aonde peregrinamos nesta vida? Para aonde se encaminha o mundo?

A resposta da Igreja, baseada na Palavra de Deus, é esta: todos nós e tudo o que existe se encaminha para o encontro com Jesus Cristo, Salvador e Senhor, para a manifestação plena da redenção. E isso significa a participação no Reino de Deus em sua plenitude. O título de “Cristo-Rei” é tomado da linguagem humana para nos ajudar a compreender algo do que é o Reino de Deus e de como reina o Cristo-Senhor.

O Reino de Deus, é claro, não tem os defeitos dos reinos da terra e nele se encontra a perfeição de tudo o que já existe de bom nesse mundo; para começar, o Soberano Senhor é justo, misericordioso, bondoso, providente, amoroso... Seu reino é de vida, alegria, amor e paz, fraternidade, beleza, encanto... “A morte não existirá mais e não haverá mais luto, nem grito, nem dor, porque as coisas anteriores passaram” (Ap 21,4). Nem haverá mais divisão entre reinos e países, nem guerras para disputar o poder e impor a hegemonia aos outros, nem especulação financeira... Deus será tudo em todos; será, finalmente, “meu único verdadeiro bem”, como dizia São Francisco; e estar na sua companhia, será a plena saciedade para o homem.

sso pode parecer sonho distante para quem não tem fé. Mas essa é a esperança dos cristãos, bem fundada na Palavra de Deus. O Reino de Deus é o dom maior, o dom completo de Deus ao homem. Não é sonho distante, pois o Filho de Deus veio ao encontro de todo homem e, com ele, o Reino de Deus já irrompeu nesse nosso mundo. Jesus começa a sua pregação, anunciando e convidando: “o Reino de Deus está próximo! Convertei-vos e crede no Evangelho!” (cf Mc 1,15). Acolher o Reino de Deus e entrar nele requer mudança de vida, é novidade boa, é a melhor escolha para o homem!

De muitos modos, Jesus anunciou e mostrou que o Reino de Deus já estava se manifestando em sua pessoa e ação; os males eram superados (“os cegos veem, os surdos ouvem, os doentes são curados...”), o pão e o peixe eram partilhados, o perdão era dado, os excluídos eram buscados, o inimigo do Reino de Deus era vencido e expulso... A todos era apresentado o jeito novo de viver, para aderir ao Reino de Deus, como vemos nas bem-aventuranças, nas parábolas do reino, no mandamento novo; o próprio exemplo de Jesus e seu modo de viver mostram o “jeito” das coisas no Reino de Deus. Aos fariseus, que perguntam sobre o momento da chegada do Reino de Deus, Jesus responde: “o Reino de Deus já está entre vós!” (cf Lc 17,21).

Jesus convida a ser discípulos do Reino de Deus e a conformar a vida com o jeito do Reino de Deus, que é dom e graça, mas também é tarefa e missão. Todos são chamados a ser como o fermento e o sal, permeando toda realidade deste mundo com a força transformadora e com o sabor novo do Reino de Deus; ou como a luz, que ilumina toda realidade deste mundo, dando-lhe nova compreensão. Enfim, somos todos chamados a ser operários na messe, obreiros laboriosos na vinha do Senhor, pescadores incansáveis, servidores e administradores fiéis dos bens do Reino de Deus, testemunhas corajosas, convivas dignos e felizes no banquete do reino...

A solenidade de Cristo Rei também é comemorada no Brasil como o Dia dos Leigos e Leigas, bem lembrando que todos os batizados formam esse povo novo que adere ao Reino de Cristo e de Deus e são chamados a se alegrar com essa graça tão grande que Deus faz aos homens. Ao mesmo tempo, todos são missionários do Reino de Deus, enviados para o meio do mundo para testemunhar e anunciar, de muitas maneiras, que o Reino de Deus já chegou; aderir a ele e viver conforme o jeito do reino é um grande bem para o mundo, a melhor coisa que pode acontecer!
Publicado no jornal O SÃO PAULO, edição de 17/11/2011

Arcebispo de São Paulo