fevereiro 15, 2013

Carta de Dom Milton



Caríssimos irmãos e irmãs no Senhor,

                Ao iniciar o mês de fevereiro, quero chamar a atenção de todos vocês para o tempo da Quaresma, cujo início ocorrerá na Quarta-feira de Cinzas, neste ano no dia treze de fevereiro; quando na Igreja do Brasil faz-se a abertura da Campanha da Fraternidade, cujo tema neste ano é: “Fraternidade e Juventude”, e o lema: “Eis-me aqui, envia-me” (Is 6,8).
                O tempo quaresmal nos convida a confrontar nossa vida com o mistério da Morte e Ressurreição do Senhor, ou seja, romper com todo pecado, todo egoísmo e todo mal, para poder ressuscitar com o Senhor numa vida nova, transfigurada pela sua graça! Cabe a cada um de nós examinar a própria vida, atitudes, comportamentos e ações à luz do Evangelho, e, sobretudo do exemplo de Jesus; para a partir daí assumir gestos concretos de conversão, seja em nível pessoal como comunitário.
                Neste esforço quaresmal, a Campanha da Fraternidade pode nos ajudar! A cada ano a Igreja ao propor um tema para a Campanha, quer levar os fiéis à uma dimensão mais concreta no seu esforço de conversão, tendo em vista não só o bem pessoal, mas o bem comunitário e social. Neste ano, o convite que a Igreja nos faz é olharmos para a realidade dos jovens, chamados a ser, hoje, “missionários da nova evangelização”!
                A Campanha da Fraternidade, neste ano, quer ajudar-nos também a nos preparar para o grande acontecimento que deverá realizar-se em nosso país, no próximo mês de julho, ou seja, a Jornada Mundial da Juventude, cujo tema proposto pelo Papa Bento XVI é “Ide e fazei discípulos entre as nações” (cf. Mt 28,19).
                “Eis-me aqui, envia-me” (Is 6,8) é o lema desta campanha. É já uma resposta que todos nós batizados somos convidados a dar diante da ordem de Jesus! Acolhendo o convite que Jesus faz para colaborar com Ele, fazendo ressoar o Evangelho por toda parte, somos, assim, levados a dizer como o profeta: “Eis-me aqui...” ... “pode contar comigo”!... “Envia-me”!!!
                São muitos os aspectos que poderão e deverão ser tratados em nossas comunidades que dizem respeito aos jovens, durante o tempo da Campanha e depois dela; mas, gostaria de chamar-lhes a atenção a alguns dentre eles que mereceriam uma atenção especial da nossa parte.
                Na Mensagem para a 16ª Jornada Mundial da Juventude (JMJ Rio 2013), o Papa Bento XVI chama a atenção dos jovens para dois campos específicos, onde os jovens podem atuar de maneira mais determinante com seu ardor missionário: o primeiro é o das comunicações sociais, em particular o mundo da internet; e o segundo é o da mobilidade.
                No campo das comunicações sociais, em particular o da internet, será importante estimular os jovens para o esforço de evangelizar este “continente digital”, difundindo nas redes sociais que cada um dispõe, os valores do Evangelho, a palavra da Igreja, os testemunhos eloquentes de santos e santas jovens, a própria experiência de fé e compromisso nas comunidades em que vivem.
                A realidade da mobilidade humana é também um forte desafio, dado o número cada vez maior de pessoas, sobretudo jovens, que são obrigadas a transferir e mudar de Região ou País, por razões econômicas ou sociais. Neste aspecto pensemos nas muitas famílias de bolivianos, haitianos, e de outros países que chegam a São Paulo em condições desumanas na espera de encontrar trabalho e melhores condições de vida.
                Seria importante que nos perguntássemos qual a resposta que damos a estes desafios, mas acima de tudo como desencadear entre nós, a começar dos nossos jovens, um novo sentido para a vida e um novo ardor missionário? Como temos preparado nossos jovens para assumirem seu papel na Igreja e no mundo, como testemunhas da esperança?
                Nunca será bastante repetir que a urgência no que diz respeito à juventude, é de ajudar os jovens ao encontro com Jesus, à uma experiência viva e duradoura de fé!
                O grande cenário onde se realiza a Campanha da Fraternidade e a Jornada Mundial da Juventude deste ano, é o do ANO DA FÉ.  No clima deste ano, ainda o Papa Bento XVI na sua Carta Porta Fidei afirmava a necessidade sempre atual de “redescobrir o caminho da fé para fazer brilhar, com evidência sempre maior, a alegria e o renovado entusiasmo do encontro com Cristo.”
                No esforço de realizar o mandato do Senhor: “Ide e fazei discípulos entre as nações”, são sábias as palavras de Bento XVI: “Queridos amigos, nunca esqueçais que o primeiro ato de amor que podeis fazer ao próximo é partilhar a fonte da nossa esperança: quem não dá Deus, dá muito pouco.”
                Será importante, então, que aproveitemos o tempo da Campanha da Fraternidade para oferecer aos jovens oportunidades para que eles possam encontrar-se com o Senhor, na escuta da Palavra, na adoração da Eucaristia, no Sacramento da Penitência, naqueles atos de piedade como a via sacra e o santo rosário. Seria interessante também aproveitar o tempo quaresmal para desencadear entre os jovens o interesse pelo Catecismo da Igreja Católica, seja na versão do Compêndio, como do Youcat, através de encontros, gincanas e das redes sociais para iniciativas que visem difundir a fé da Igreja!
                Aproveito esta ocasião para fazer um novo apelo para que em todas as paróquias e comunidades se intensifique o esforço de cadastrar famílias acolhedoras para os Jovens peregrinos, e, voluntários dispostos a dar tempo e colaboração na organização e realização da Semana Missionária. Da mesma forma, deixo o meu apelo para que em todas as comunidades já estejam constituídas as Comissões Paroquiais, cujos representantes deverão encontrar-se nas próximas semanas.
                Sem querer alongar-me, chamo-lhes a atenção para alguns acontecimentos importantes para nossa presença e participação:
                13/02 - QUARTA-FEIRA DE CINZAS, dia de jejum e abstinência, início do tempo quaresmal e abertura oficial da Campanha da Fraternidade, com celebração eucarística e bênção e imposição das cinzas em todas as paróquias de nossa Arquidiocese;
                15/02 - Encontro do Arcebispo com o Clero da Arquidiocese - 08h30 às 12h30 - Colégio Agostiniano Mendel - Teatro Fernando Torres, Rua Padre Estêvão Pernet, 588, Tatuapé;  
                17/02 - Abertura da CF-2013 na Região Episcopal Brasilândia - 14h - Caminhada com início no Mercado Municipal de Pirituba, Rua Almirante Isaías de Noronha, 163, dirigindo-se à Comunidade Missão Mensagem de Paz, Av. Paula Ferreira, 3715, onde haverá a celebração da Santa Missa (os Padres e Diáconos devem levar paramentos roxos);
                23/02 - Assembleia Regional de Pastoral - com local e horário ainda a ser definido;
                24/02 - Encontro com representantes das Equipes Paroquiais da Semana Missionária e JMJ - 15h, na Comunidade Missão Mensagem de Paz;
                26 a 27/02 - Reunião de avaliação e planejamento da Região Episcopal Brasilândia com o bispo e a comissão de presbíteros - local a definir;
                28/02 - Reunião do presbitério da Região das 09h às 16h - Centro Pastoral Santa Fé.
               
Quero, enfim, transmitir-lhes meu abraço e certeza das minhas orações. Desejo que todos tenhamos um tempo quaresmal repleto de muitas graças e gestos de conversão e solidariedade.
                A todos invoco a bênção de Deus, em Cristo, o irmão,

Dom Milton Kenan Júnior
Bispo Auxiliar de S. Paulo
Vigário Episcopal da Região Brasilândia